Por Carol Marques

Fim de semana em Recife, retornei a um lugar que já conhecia, mas cujos detalhes haviam me escapado: o famoso Entre Amigos, o Bode. E pra contrariar, como eu adoro, já começo comentando algo que não tem nada a ver com caprino, mas que é o meu destaque neste post.

Falo do petisco que saboreei como entrada, o Espetinho de Camarão. Intercalado com queijo, é provavelmente o empanado mais saboroso que já comi na vida. Camarões grandes selecionados e levemente rosados, cubos de queijo macio e derretido, tudo junto e misturado, frito na medida certa e servido numa porção generosa. Olhe e deseje:

Pra não dizer que não falei do animal cultuado no recinto, esse resistente mamífero que tem também seu lado gourmand, diga-se de passagem, já que come até cactos, meu prato principal foi o Filé de Costela de Bode Assado, que é uma delícia, mas não posso chamar de inesquecível. Vem com os acompanhamentos tradicionais da culinária nordestina: arroz branco, feijão, paçoca, macaxeira, pirão de queijo.Tudo muito bom, nada fenomenal, insisto.

 

Para fechar, uma fatia de Torta Reprise, já que o domingo era de todos os excessos tirando o atraso de tantos almoços sem doce. E foi aquela torta correta, confeitada com elegância e simplicidade, e de sabor normal, nada mais do que isso. Mas chocolate, mesmo quando é normal, é coisa de Deus. Então posso dizer que saí satisfeita da vida.

Mas, amigo bom garfo, não se desanime com meus comentários mornos a respeito do bodinho. Vá ao local sem hesitar. O cardápio é enorme. Há dezenas de opções de preparo pro caprino, de entradas, de petiscos, de sobremesas. Certamente você descobrirá outras delícias que não tive a oportunidade de provar. E o ambiente é ótimo para tomar uma cervejinha ou almoçar com a família.

Uma última colher de sinceridade… eu mudaria a música. Pode me chamar de preciosista, mas violino – ao vivo – tocando “La Vie en Rose” num bar/restaurante regional não é o que eu chamo de experiência completa. Tudo bem, foi broxante de novo, né? Não presta muita atenção. Lê de novo meu comentário sobre o camarão e coloca no seu roteiro gastronômico recifense. Você vai se sentir feliz por um dia ter lido este post.