Posts Tagged "tortas"

Na Estrada: Moustache Coffee House, em Porto

Um dos ambientes do Moustache (foto da fan page da cafeteria)

por Ricardo Oliveira

Para terminar as dicas portuguesas, fica uma rapidinha. Para quem estiver de passagem pela belíssima Porto, a dica não é só conhecer os vinhos, mas um café sensacional. O Moustache Coffee House fica perto da reitoria da Universidade do Porto, uma região bem conhecida. Aliás, vizinho tem um outlet da Pull & Bear, que vale a pena conhecer.

O Moustache tem um clima lúdico e moderno. Lúdico pelo bom humor e a decoração cheia de espelhos, fazendo o lugar se ampliar e, ao mesmo tempo, criar um clima surreal (de leve, ainda tem imagens de Salvador Dali pelo ambiente). Moderno, porque está em prédio antigo, cercada de igrejas históricas seculares, com janelas que preservam a arquitetura histórica do prédio, mas com poltronas e detalhes do interior em outro clima.

O clima é agradabilíssimo, o espresso também e essa torta que tem chocolate, crocante, red velvet e doce de leite…nem se fala.

Uma incrível torta, de jeitinho “brasileiro”, com chocolate, crocante, red velvet e doce de leite. Já falei incrível?

A decoração bem-humorada do lugar.

Detalhes da decoração e o blogueiro feliz com a descoberta.


484035_10151345324468637_61402470_n

Moustache Coffee House
Praça Carlos Alberto, n.º 104 , Porto

Read More

Sobre tortas de limão e bipolaridades gastronômicas

A apresentação diferenciada...

por Ricardo Oliveira

Quem já foi mais de uma vez ao Fran’s Café de João Pessoa sabe que ele é meio “de lua”.

Tem dia que o sanduíche australiano de lá está impecável…noutro, faltou mais carinho no preparo. Há dias que o café vem bem quente, não esfriando rapidamente com o arcondicionado…noutro, faltou deixar a máquina caprichar na temperatura.

Assim, já vi gente que foi e odiou a comida, assim como outros amigos e amigas que se achegaram por lá e curtiram demais. Carol tem história pra contar, em breve. Eu, nunca tive problemas com o que pedi, mas por já acompanhar outros amigos que repetiram a viagem, “atesto” a bipolaridade gastronômica.

Em março eu dei uma passada por lá e segui um ritual importante que aprendi com o amigo Alê Gustavo: pedir a torta de limão. A história dele começa lá em Piratininga, onde vive, com uma tortinha famosa que merece post à parte. Mas como torta de limão também é um hobby magalinesco da minha pessoa, sempre sigo o conselho de Alê.

Já provei, que me lembre, no São Braz Coffee Shop, no restaurante La Gula (outro evento especial que merece destaque futuro), no café Vienna (em São Paulo), na padoca do Morilha (em Piratininga) e no Fran’s Café. Sim, daquela vez em março.

...conta muito, sempre.

Na época, saí de lá convicto de que era a melhor torta de limão que já tinha provado. Ela era simples, mas com pequenos detalhes que faziam uma diferença danada: massa de biscoito tradicional, mousse de limão tradicional…mas um glacê com raspas de limão por cima e caramelo no prato.

O-caramelo-muda-tudo. E o glacê também.

Há lugares que investem num suspiro por cima que também reverte o quadro, mas o excesso de doce não agrada a todos.

Na segunda prova do Fran’s, no último sábado, continuei satisfeito – mas o brilho diminuiu. A apresentação mudou: agora vem uma bolinha de glacê ao lado (fotos acima) com alguma outra coisinha por lá que não consegui detectar, mas dava um efeito ótimo na degustação. Talvez a mudança na experiência tenha sido um encanto inicial, devido à surpresa. O registro de março foi esse, no Instagram:

A tortinha do Fran's Café em março

Considerando que acertar a mousse de limão da torta seja o mais básico, pra mim o grande diferencial está em quem acerta a massa de biscoito. Não é fácil, pelo que sei. Envolve conseguir crocância, somada ao desmanchar adequado e nada muito amanteigado. O Fran’s, além de se diferenciar com o glacê e caramelo, acerta nisso e outro lugar que também honra a causa das tortas com massa de biscoito é o restaurante La Gula. Lá, por sinal, o corte é hiper generoso e serve até duas pessoas. Em ambos os lugares, a fatia fica na faixa dos 9 reais.

***

Depois das tortas de chocolate, são as de limão que me fazem salivar mais. O bacana foi descobrir que no balcão há outras tortas não listadas no cardápio e tem uma tal de chocolate com caramelo e amendoim que me interessa de sábado até agora, sem pausas. Se você conhece alguma especial, compartilha aí nos comentários…espaço todo seu ;)


Fran’s Café
Avenida General Edson Ramalho, 890,
Loja 108,  Manaíra.

Read More

Bolo Malte da Pizza Hut (João Pessoa)

A gigantesca fatia do Bolo Malte

por Ricardo Oliveira

Conhecem?

A descrição é cheia de exageros que dão uma mistura de curiosidade e pé atrás. Algo como “fatia gigantesca de bolo com recheio generoso de chocolate”. Em algumas casas da Pizza Hut pelo Brasil ele é servido com propaganda da Hershey’s, mas não é o caso do franqueado pessoense.

Mas, sim, é gigantesco e generoso. Fatia enorme mesmo, pra duas pessoas. Tanto que custa R$ 15,90.

Bolo estilo americano, bem denso, doce, com um pouquinho meio amargo pra ajudar. Não sou fã de meio amargo, mas veio na quantidade aceitável pra o equilíbrio.

É uma delícia, mas peça realmente pra dividir com alguém. O recheio é tipo mousse e, casado com a cobertura e a calda no prato, formam um combo de alegria chocólatra.

Isso me fez pensar no post que estou guardando há tempos pra fazer: top 5 tortas de chocolate de João Pessoa. Vocês vão se surpreender, porque os primeiros lugares não são de docerias.

Read More

Na estrada: Torta Bianca, da Forneria San Paolo

A "Torta Bianca", da Forneria San Paolo

por Ricardo Oliveira

Domingo de sol em São Paulo e um casal de amigos disse que eu precisava conhecer a melhor torta da cidade. Não seria “o melhor bolo de chocolate do mundo” (que eu também preciso conhecer), mas a cantada foi pesada. Vale ressaltar que eu já vinha de uma sequência de ótimos docinhos: desde carolinas de Piratininga (interior do estado) até uma torta bem-casado (estilo casamento) da Benjamim Abrahão. Só delícias.

Fui bater lá na parte de baixo do Jardins, na Forneria San Paolo. A casa se define como especializada em sanduíches à moda italiana, além de servir massas e pizzas. O lugar é agradável, num estilo cantina, decorado com pôsters de filmes de Fellini, Vitorio de Sica e Rossellini. A cinefilia foi puxada pelo pé e contou pontos na experiência. Não provei nada do cardápio principal, porque o objetivo do dia era a Torta Bianca, indicada pelos amigos.

Os posters que decoram a casa

Ela é descrita no cardápio como uma “torta cremosa com calda de frutas vermelhas ou chocolate”. Recebi a indicação das frutas vermelhas, porque a calda ajudaria a quebrar o doce do creme (o que pra mim nem importava tanto, mas fui na deles, pra não errar).

Deliciosa, chegou à mesa encantando pela apresentação e me ganhou. Não consigo definir muito bem como é o creme, que me fez pensar entre aquele básico de sobremesas congeladas e um pouco de chocolate branco, sendo bem gelado. A calda era genial e fazia tudo ser perfeito à mesa. A vontade de voltar por lá e provar de novo, agora junto aos sanduíches especiais, ficou na mente. A conta sairá salgadinha na próxima vez, mas o custo benefício (ao menos da torta, até agora, em seus R$ 19) é garantido.

FORNERIA SAN PAOLO
Rua Amauri, 319 – Jardim Paulistano
São Paulo, SP
Telefone: (11) 3078-0099

Read More

Sobre

Magali com Cebolinhas é um caderno de pequenas gordices, descobertas e felicidades gastronômicas. Sem especialistas, o blog é formado por gente que gosta de comer - e isso é o bastante. Saiba a origem do nome do blog aqui. magali@diversita.com.br

Carol Marques


Carol Marques sempre teve cara de Luluzinha, mas tem apetite de Magali. Nunca dispensa a sobremesa e está sempre em busca do lugar perfeito para comer bem.

Ricardo Oliveira


Ricardo Oliveira é cinéfilo e formiga. Para ele, tudo que pode deve ter bastante açúcar: café, suco e até os doces devem ser bem doces. É do tipo que passa mal de alegria quando descobre uma nova sobremesa perfeita.